sexta-feira, 12 de agosto de 2016

QUANTO CUSTA CONTRATAR CELEBRANTE DE CASAMENTO


Essa é a pergunta mais comum e a primeira que a maioria dos noivos fazem quando ligam para um Celebrante de Casamento: Quanto custa para fazer meu casamento? Logo isso me chamou muita atenção, porque as pessoas perguntam sobre o preço e não sobre a cerimônia do Celebrante.

Pode-se pensar que essa pergunta é feita porque a pessoa precisa saber se pode pagar ou não e isso é totalmente compreensível, mas e quando se liga para perguntar só isso? Há uma demanda de pessoas que apenas ligam para saber o preço e assim o fazem com vários profissionais, até encontrar o mais barato. Até aonde é importante para essa pessoa a Cerimônia de Casamento?

Como sempre digo "cada profissional tem o cliente que merece, eu sempre tive tenho os melhores".

Será que o que mais importa é o preço da cerimônia quando se procura um Celebrante? Será que esse é o critério? Escolhe-se pelo preço? O Celebrante bom é o que cobra mais caro, porém o Mestre de Cerimônias mais barato está cheio de clientes porque há uma demanda de pessoas que escolhem o mais barato.

Será que quando se liga para um Wedding Officiant e pergunta apenas sobre o preço da cerimônia existe realmente um desejo de celebrar, de marcar a passagem de solteiros para casados?

Muitos Celebrantes têm por hábito não dar o preço da cerimônia por telefone e convidar a pessoa a vir ao escritório para conversar. Para que assim a pessoa pelo menos venha ao escritório para poder falar o que  deseja, ou pelo que procura, mesmo que não faça negócios. Porque essa deveria ser a conduta de todas as pessoas que estão realmente interessadas em fazer uma cerimônia responsável e validade civilmente. Só que esse hábito muitas vezes exclui alguns noivos que precisam saber primeiro o preço e depois escolhem se querem o não.

Quando se escolhe um Celebrante pelo preço, escolhe-se muito mal. Até porque o que produz uma empatia e bom negócio é a transparência do cliente para com o profissional e isso não é determinado pelo preço da cerimônia.



Será que o “preço” que a pessoa paga por umas meras "palavras bonitas" e alguém barato não é muito maior do que o preço da cerimônia realizada por quem considera vocês, seus familiares e convidados?

Sigmund Freud já dizia "que a estupidez e a neurose são muito mais caro do que o tratamento".

Há quem prefira passar a vida inteira com o sua frustração, decepção do que gastar para realizar uma cerimônia com um profissional do casamento, prefere - se gastar com o mais barato, com o mais "simples" do que com um Wedding Officiant profissional por ser essa uma cerimônia de casamento, "muito cara".

Você escolhe e decidi, o preço do Celebrante ou  valor de uma cerimônia.

Khaleb Bueno
Wedding Officiant – CBO ,2131
www.oficiantedecasamento.com